Como proteger os animais do frio


Ao contrário do que muita gente pensa, os animais de companhia também têm frio, muito frio. Reparem que usam a mesma roupa (pelo) o ano todo! Vamos ser responsáveis e seguir o exemplo dos sem-abrigo que, ao contrário de muitas outras pessoas com melhores condições de vida, não abandonam os seus animais. Muitos até recusam albergues ou instituições porque os obrigam a abandonar os seus amigos de 4 patas. 

Ajudem a protegê-los no inverno. Humanos ou animais sem casa estão desprotegidos e podem não sobreviver a esta vaga de frio. Não deixem que os vossos corações gelem com as temperaturas baixas, sejam humanos, cuidem, protejam, ajudem.

A Sociedade Protectora dos Animais deixa algumas recomendações para ajudarmos os patudos nestas temperaturas baixas:

- Recolham os animais no interior. Se os seus animais não vivem dentro de casa, devem tentar recolhê-los, fornecer-lhes abrigo ou casotas adequadas.

- Tenham em consideração porte, raça e idade. Os animais com idade igual ou superior a 8 anos, de pequena dimensão, de pelo curto ou com pouca gordura corporal são os que estão mais suscetíveis e os que sofrem mais com o frio. Para os proteger, coloquem mais uma manta ou um cobertor no ninho (ou vistam-lhes roupa, caso aceitem).

- Escovem mais o pelo, pois o pelo é a primeira barreira que os animais têm contra o frio. Nesta época, não cortem o pelo dos animais, mas escovem-no diariamente, ou sempre que possível, para que o cobertor piloso seja funcional e os animais consigam manter-se quentes e enfrentar os meses mais frios.

- Evitem banhos durante o inverno por causa do risco de hipotermia. Dar banho com muita regularidade prejudica o equilíbrio, provoca dermatites e coloca em causa a saúde dos animais.

- Reforcem a alimentação dos animais durante o inverno, pois eles tendem a queimar mais energia para se manterem quentes. Assim, se os vossos animais não padecem de obesidade ou de alguma patologia, podem aumentar ligeiramente a ração.

- Retirem os animais do calor antes de os passear no exterior. Devem ser afastados da fonte de calor uma hora antes de ir à rua, para evitar que ressintam a diferença abrupta de temperatura e contraiam infeções respiratórias. É importante salientar que os animais não devem estar demasiado perto dos aquecedores ou lareiras pois podem sofrer queimaduras graves. 

Conhecem mais algum método para proteger os animais do frio? Têm algum conselho? Deixem nos comentários.

Obrigado, e cuidem bem dos vossos patudos, lembrem-se que eles usam a mesma roupa o ano todo!

Lambeijos,
Golden, o cão

 


Deixe um comentário


Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos